Menu

Reviews da Steam – The Binding of Isaac

Desta vez no Review da Steam trago um jogo com uma temática um tanto quanto pesada, mas sugerido por um dos seguidores do Jogos Indie (Acho que foi você, Fábio, mas não foi perdão).

The Binding of Isaac

Criação do Jogo

The Binding of Isaac foi lançado em 2011 na Steam como um jogo independente desenvolvido por Edmund McMillen and Florian Himsl. O jogo ganhou mais visibilidade quando foi lançado na Humble Indie Bundle, como um dos jogos disponíveis no pacote. Um remake do jogo conhecido como The Binding of Isaac: Rebirth foi lançado agora em novembro.

Espera, espera, espera. Eu falei Edmund McMillen? Você por acaso não se lembra desse nome? E se eu disser que esse é o cara que quando criança procurava o seu pai nos campos e o confundiu com um inseto morto? Não está entendendo nada? Então veja o review de Super Meat Boy, outro jogo de Edmund.

 

Enredo

Por que o jogo tem uma temática tensa como eu falei? Bom, a sua resposta está logo a baixo no enredo do jogo, algo que envolve religião e uma dos assuntos mais sérios nos dias atuais…

“Quando a mãe de Isaac começa a ouvir a voz de Deus exigindo um sacrifício que prove sua fé, Isaac foge para o porão enfrentando um turbilhão de inimigos transtornados, irmãs e irmãos desaparecidos, seus medos e mais cedo ou mais tarde a sua própria mãe.”

Esse tema é baseado na Bíblia, onde Deus ordena a Abrão que sacrifique o seu filho, Isaac. Entendeu porque é um assunto complicado né? Até onde as pessoas são tão fieis as suas religiões. Além desse tema religioso o jogo ainda tocará em assuntos envolvendo aborto, suicídio, abuso infantil e muito mais. Por conter alguns desses temas não tão explícitos e por motivos religiosos, a Nintendo vetou o jogo para a sua plataforma.

 

Áudio

A trilha sonora (E que trilha!) de The Binding of Isaac é composta por 40 faixas e foi composta por  Danny Baranowsky.

A trilha em si transmite uma sensação que mistura algo místico, com sombrio ao mesmo tempo. Em alguns momentos a trilha pode lembra o universo de Tim Burton, mas na maior parte do tempo a trilha segue mais agitada e vibrante que este universo.

Você pode conferir a trilha sonora através do link abaixo:

The Binding of Isaac – Soundtrack

 

Gráfico

O jogo tenta transmitir todas as mensagens (ou muito delas) por meio do seu estilo gráfico onde os inimgos são representados de forma monstruosa.

Essa representação normalmente significa a visão de Isaac em relação ao mundo e aos seus medos, onde todo o ambiente em que se encontra (porão) e os seus adversários são a representação de seus sentimentos em relação ao medo que está sentindo.

 Jogabilidade

A jogabilidade lembra bastante as dungeons de  Legend of Zelda.

Seus controles básicos deverão ser as teclas WASD para movimentar, as setas para atacar, shift para arma bomba e espaço para interagir com os itens.

Ter cuidado para não pisar nos espinhos do cenário, pois irá perde vida.

E derrotar os inimigos do cenário para liberar as passagens das salas (Igual a Legend of Zelda de novo).

No jogo você deverá correr pelas diferentes salas do porão e lá irá se deparar com alguns possíveis bosses:

Todo o jogo é aleatório, logo as posições das salas sempre irão mudar, assim como a ordem dos inimigos.

A primeira vez que você enfretar um boss, poderá ser bastante difícil, mas ao longo do jogo você encontrará upgrades e itens que podem tornar as batalhas bem mais fáceis.

O jogo também conta com outros personagens que são liberados a medida que você avança no jogo.

Conclusão

Em relação a jogabilidade o jogo não é tão inovador, sendo quase uma imitação completa de Legend of Zelda, mas em relação ao enredo o jogo realmente surpreende tocando em assuntos tão sérios. O jogo realmente surpreende e traz de volta o que Legend of Zelda tinha de melhor.

Agora fiquem com o perturbador trailer do jogo, existe mais de um trailer, cada um mais tenso que o outro.

Link: http://store.steampowered.com/app/113200/

Preço: R$ 12,99 (Collection)

Trailer

OBS: Estou apenas apresentando um dos jogos mais bem elogiados no mundo indie, não estou criticando religião alguma e não aceitarei comentários falando mal de qualquer religião.

OBS 2: E não, não sou religioso, pelo contrário sou ateu.

Criador do Jogos Indie, amante de jogos, terror, música, anime e programação. Estudante de mestrado com foco em jogos na educação. Louco por Resident Evil e... sei lá, acho que é isso O.o

3 comments

  1. Gostei do review, mas você poderia ter feito o review do binding of isaac rebirth.
    E além disso, você esqueceu de citar que o jogo é um roguelite.
    Ótimo review, amo esse jogo.

    • O Rebirth pelo que eu vi é apenas um remake com algumas coisas a mais, não? Ou vai ser uma continuação? O.o

      E valeu pelo roguelite, não sabia o que era, fui pesquisar 😉

  2. Thiago Caires disse:

    É um dos jogos gratuítos de PS4 do mês de Novembro para quem tem PS+.

Deixe uma resposta

Parceiros

Steam Brasil LoboLimão Centro RPG Lab Indie
Mundo Gamer PodTerror

Anunciantes

Aglomerando - Agregador de conteúdo
Uêba - Os Melhores Links GeraLinks - Agregador de links Piadas Idiotas - São idiotas mas o faz rir Tedioso: Os melhores links LinkLog MeusLinks.com - Informação e conteúdo todos os dias para você! Agregador de Links - Madruga Links 4Blogs - Agregador de conteúdo Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!